| 

Notícias

Novo selo confere garantias de origem

Serasa e AgroTools firmam parceria que permitirá às indústrias consultar dados sócio-ambientais de fazendas e produtores que lhe fornecem as matérias-primas

Data: 22/11/2017

Produtores de culturas como soja poderão comprovar regularidade
Foto: Estadão conteúdo

Diante da insegurança sobre a origem e qualidade dos produtos gerada pela Operação Carne Fraca, muitas indústrias e até consumidores passaram a exigir mais garantias dos fornecedores de alimentos. De olho nessa oportunidade, a Serasa Experian e a AgroTools firmaram uma parceria para criar um selo que chancela a produção sustentável.

A ferramenta, batizada de TerraSafe, permite que o produtor ou o comprador consultem o sistema para emitir um extrato socioambiental das propriedades. Esse relatório atesta se o produto negociado vem de uma área regular ou embargada, por exemplo, ou ainda se os empregados estão contratados em acordo com a lei.

O serviço já era oferecido pela AgroTools - empresa brasileira de soluções em tecnologia para o agronegócio com sede em São José dos Campos - para grandes companhias, como frigoríficos e redes de varejo. Por meio da parceria, a ferramenta poderá ser acessado por produtores e contratantes de diferentes áreas e portes.

"Nossa intenção é dar acesso a essas informações ao maior número de empresas possível, já que há uma grande preocupação com a co-resposabilidade que o comprador assume ao adquirir alimentos e matérias-primas", afirma o gerente de produtos sênior da Serasa Experian, Rafael Prado.

A preocupação com a conformidade das propriedades no que diz respeito a uma produção sustentável, tanto do ponto de vista ambiental quanto social, ganhou força quando o Greenpeace divulgou um relatório, em 2008, no qual relacionava o desmatamento na Amazônia com o avanço da pecuária no bioma. "O consumidor não quer ser coadjuvante do desmatamento e a ferramenta surgiu para dar tranquilidade para quem adquiria produtos, tanto redes de varejo quanto frigoríficos", conta o sócio-fundador da AgroTools, Sérgio Rocha.

Segundo Rocha, a intenção é democratizar essa informação, com foco nas propriedades. "Desta forma, o produtor pode fazer uma auto-análise e melhorar o que for preciso, ou usar os resultados positivos para se diferenciar ao oferecer seu produto, seja carne ou grãos, no mercado", avalia Rocha. A primeira etapa da parceria envolve oferecer o produto a quem já é cliente do Serasa. No começo de 2018, a ferramenta estará disponível aos demais interessados. "A tecnologia aplicada à gestão demorou a chegar no agronegócio e temos planos de uma série de produtos nesse sentido", diz. O próximo alvo deverá ser a produção de biocombustíveis.

Fonte: DCI

Veja Mais