| 

Notícias

Exportação deve atingir recorde de 61 mi toneladas

Os embarques deverão absorver quase todo a oferta brasileira, que crescerá 19% sobre o ciclo passado

Data: 18/05/2017

As exportações de soja do Brasil deverão totalizar um recorde de 61 milhões de toneladas no ano comercial 2017/18 (fevereiro/janeiro), superando em 17% o total embarcado no ano anterior, estimou nesta quarta-feira (17) a consultoria Safras & Mercado.

A previsão está em linha com a projeção da associação da indústria (Abiove), divulgada na véspera, de 61,7 milhões de toneladas em 2017.

As exportações deverão absorver quase todo o crescimento da oferta brasileira, que crescerá 19% ante a temporada anterior, para 116,156 milhões de toneladas, diante de uma colheita histórica, segundo dados da consultoria.

O Brasil é o maior exportador global de soja, enquanto a oleaginosa é o principal produto da pauta de exportação brasileira.

O esmagamento de soja no País deverá subir apenas 1 milhão de toneladas, para 41 milhões de toneladas, previu a Safras & Mercado. Já a demanda total por soja está projetada 105,1 milhões de toneladas, um incremento de 10%.

Desta forma, os estoques finais deverão subir 317%, para 11,056 milhões de toneladas.

A Safras ainda trabalha com uma produção de farelo de soja de 31,18 milhões de toneladas, alta anual de 2%.

As exportações de farelo deverão subir 9%, para 15,5 milhões de toneladas, enquanto o consumo, 1% para 16 milhões.

A produção de óleo de soja deverá ficar em 8,12 milhões de toneladas, com a exportação atingindo 1,4 milhão de toneladas, crescimento de 22% sobre o ano anterior.

A previsão é de que 2,65 milhões de toneladas sejam disponibilizadas para a fabricação de biodiesel, com aumento de 2%.

Fonte: DCI.

Veja Mais