| 

Notícias

Agronegócio contribui com 23,5% do PIB em 2017, estima CNA

Data: 06/12/2017

Ano foi marcado por safra recorde de grãos e pelo clima favorável 
Foto: Estadão conteúdo

A agricultura e o agronegócio no Brasil contribuíram com 23,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2017, a maior participação em 13 anos, estimou nesta terça-feira a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A entidade diz que a criação de empregos foi a mais alta em 5 anos nos setores de agricultura e produção de carne, os únicos segmentos da economia que aumentaram o emprego e ainda ajudaram a reduzir a inflação no Brasil.

Apesar de um ano turbulento na economia e na política, o agronegócio, mais uma vez, dará sua contribuição para o País sair da crise, diz a CNA, reduzindo inflação e elevando contratações. Segundo a entidade, o grupo "Alimentação e Bebidas", que tem o maior peso entre os produtos analisados no IPCA, de 24,8%, foi o que mais ajudou na queda dos preços. De janeiro a outubro, este item teve deflação de 2,02%. O saldo líquido de empregos gerados no campo foi o maior em cinco anos. De janeiro a outubro, as contratações superaram demissões em 93, 6 mil vagas. A previsão do Produto Interno Bruto da agropecuária (dentro da porteira) é de alta de 9% a 11% em 2017. Para o agronegócio a estimativa é de participação de 23,5% no PIB deste ano e o crescimento projetado para 2018 é de 0,5% a 1%.

Fonte: DCI

Veja Mais