| 

Notícias

ABAG/CARVALHO: É impossível avaliar no curto prazo impacto de denúncias para o agronegócio

Data: 18/05/2017

O presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Luiz Carlos Corrêa Carvalho, afirmou há pouco ao Broadcast Agro ser impossível fazer uma avaliação dos impactos para o agronegócio da nova crise política, com a delação premiada de Joesley Batista e o envolvimento direto do presidente Michel Temer. "É impossível e eu não consigo avaliar. O câmbio, por exemplo, dá uma melhorada, o que pode ser favorável, mas é uma bobagem falar nisso agora", afirmou. "O País vive uma situação inédita de desequilíbrio e indefinição na política. Eu nunca vi algo igual."

Para o presidente da Abag, "a natureza nada tem a ver com corrupção" e as culturas como grãos e cana-de-açúcar seguem crescendo e se desenvolvem nas lavouras "esperando o bom senso humano". Carvalho avaliou ainda que mesmo com a nova crise o Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018 sairá em tempo para o financiamento da safra agrícola, a partir de 1º de julho. No entanto, para o presidente da Abag, "forças contrárias a qualquer melhoria (no programa) podem prevalecer" na atual situação, numa referência à restrição do Ministério da Fazenda à queda nos juros para o próximo período.

Fonte: Agência Estado 

Veja Mais