| 

10/11/2016

Fórum do Cacau

Promovido no início de novembro pelo jornal O Estado de S. Paulo em parceria com a ABAG e a Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC), o “Fórum Estadão – A Importância do Cacau para a Economia Brasileira”, reuniu especialistas, produtores, entidades setoriais e também autoridades públicas envolvidas com o segmento. O evento teve como objetivo debater a modernização da produção do cacau e também as soluções para seu crescimento.

     

Um dos pontos destacados durante o encontro foi o de que o desenvolvimento do setor cacaueiro no Brasil pode ser parte importante na construção de políticas ambientais e de desenvolvimento sustentável do País, conforme afirmou Marcelo Furtado, representante da Coalizão Brasil, Clima, Florestas e Agricultura, da qual a ABAG também é parceira.Segundo ele, o setor tem forte potencial de aliar sua retomada no País com práticas que colaborem com a preservação ambiental. 

Durante o evento, o superintendente do Ministério da Agricultura em São Paulo, Francisco Jardim, informou que o governo reconhece a importância da cultura para a produção sustentável do Norte e do Nordeste, salientando ser importante ter um programa de governo que incentive a produção de cacau no Plano Safra. 

Outro destaque do evento foi relativo ao anseio da cadeia produtiva do cacau de que as pesquisas sobre o segmento estejam mais alinhadas com as reais necessidades dos produtores. O representante da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB), Guilherme Moura, afirmou que houve um salto tecnológico no segmento agropecuário brasileiro, mas que o cacau ficou à margem disso. Ele ressaltou que o País é um dos poucos que reúne potencial de produção, pesquisa, processamento e consumo.

     

Para outra participante do encontro, a pesquisadora Priscilla Efrain, da Universidade de Campinas (Unicamp), o Brasil tem condições de impulsionar a produção de chocolate premium. Segundo ela, para avançar na produção de maior valor agregado, é necessário melhorar o pré-processamento do cacau e também estimular o interesse do mercado para que as indústrias possam utilizar esse parque instalado no País. Ela ressaltou, ainda, que há três principais fatores que afetam a produção de chocolate: cacau, processamento e a formulação em si. "Chocolate é sim alimento que pode trazer benefícios muito significativos para a saúde, dependendo de como é formulado e fabricado", afirmou a pesquisadora, ressaltando que o produto é um alimento consumido por pessoas de todas as idades.

Veja Mais